Música barata em Belo Horizonte

DESENVOLVIMENTO +

[ Descrição do processo ]

A ideia inicial do grupo era escolher um pequeno circuito de ambientes que oferecessem música de qualidade a preços baixos ou até mesmo de forma gratuita na cidade de Belo Horizonte. No trabalho, procuramos sair do percurso tradicional da música na cidade, que envolve as boates, rock bar’s e casas de show mais conhecidas da população.

As principais fontes de colhimento de informações foram as próprias experiências passadas dos membros do grupo e também um pequeno levantamento de dados junto a organizadores, páginas dos eventos nas mídias sociais e sites oficiais. Por questão de falta tempo, foi impossível realizar visitas aos locais por nós definidos.

A plataforma escolhida em primeira instância pelo grupo foi a do Google Maps. Em tal plataforma seria possível localizar geograficamente os locais marcados, além de dar uma pequena descrição deles. Em sequência, decidimos por fazer uma matéria que incluísse vídeos de atrações musicais dos locais, o que deixaria o trabalho mais atraente e multimidiático. Por fim, decidimos que utilizaríamos o mapa como complemento à matéria.

Decidimos falar sobre 7 locais/eventos que se encaixam em nossa proposta. O Quarteirão do Soul, evento de black music que acontece na Rua Santa Catarina, no Centro, todos os sábados. O Concertos no Parque, que acontece em um domingo de cada mês, no Parque Municipal, o Roodboss Soundsystem, evento de musica jamaicana que ocorre em periodicidade variável em algumas praças da capital, em especial na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza, a Casa Cultural Matriz, no Barro Preto, onde artistas independentes de vários estilos se apresentam, a Rapa do Papa, evento da cultura hip-hop que conta com duelos de MC’s, na Praça do Papa, a quarta cultural, do Conservatório de Música da UFMG e o Espaço Comum Luiz Estrela, que conta com diversas formas de manifestação cultural, incluindo a música.

 

 

Equipe

Gustavo Aleixo, Roberto Rodrigues e Luana Flávia

2 comments

  • Geane Alzamora

    Oi pessoal,
    não ficou claro porque escolheram sete lugares, nem como planejaram visualmente o produto. Como integrar mapas e videos? Em qual plataforma?
    Geane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *