AQUARIUS: uma (outra) versão brasileira

Durante o longa-metragem Aquarius, de 2016, a música é um elemento muito presente. A protagonista da narrativa, vivida por Sônia Braga, coleciona LPs e em diversas cenas encontra neles um refúgio de suas aflições. Com isso, decidimos criar novos diálogos e redublar duas cenas do filme que têm forte relação com a trilha sonora, que conduz os diálogos e ações dos personagens. No projeto, foram retiradas as músicas de Maria Bethânia e adicionadas músicas do cenário pop como K.O e Todo Dia, da drag queen Pabllo Vittar, para propor uma nova versão brasileira, mas desta vez num contexto mais cômico e pop, para uma produção que já é nacional.

Produzido por André Oliveira, Beatriz Monteiro, Daniela Matos, Felipe Duarte e Pedro Antuña.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *