Arte que Marca

Fotos: David Ribas

De manifestações de afeto a casos engraçados, as tatuagens marcam não só o corpo, mas a história daqueles que escolhem fazê-las.

A vontade de mudar o visual, homenagear alguém, encerrar um capítulo na vida através do ritual da tatuagem são alguns dos motivos que levam as pessoas a marcar o corpo, mas “o principal é o desejo de passar pelo procedimento, a curiosidade, a vontade de ter uma arte na pele”, conta a tatuadora Camila Campos.

Do homem de gelo aos alunos e professores da UFMG, em pleno século XXI, as tatuagens assumiram diferentes significados, e o assunto ainda gera uma forte controvérsia: Tatuagem é  ou não é arte? Parece que entre os tatuados esse assunto já está resolvido: 100% dos nossos entrevistados afirmaram que consideram a tatuagem um tipo de arte,  “a diferença é que, no caso da tatuagem, o suporte, a tela, é o próprio corpo humano”, dizem alguns estudantes. Muitos disseram que passaram a ideia do desenho para o  tatuador e se surpreenderam com o trabalho realizado, considerado absolutamente artístico.

Arte ou não, as histórias  que envolvem as tatuagens são as mais diversas e interessantes, conheça algumas (passe o mouse na frase para visualizar a tatuagem):

img5

“Tive uma doença que quase me matou. Tatuei uma fênix para marcar esse renascimento.”
Ana Paula, aluna do curso de Ciências Socioambientais.

img5

“Ganhei a tatuagem em um sorteio e escolhi o desenho porque tem a ver com minha área, arqueologia.”
Leonardo Samuel, aluno do curso de Antropologia.

img5

“Além de homenagear meu marido, a tatuagem dá um colorido na minha pele branca.”
Marlusa Gosling, professora da FACE.

A palavra Tatuagem tem origem na palavra taitiana TATAU, que significa espetar ligeiramente com ponta aguda.

Confira aqui as tatuagens das pessoas entrevistadas.


Reportagem

Luana Assis e David Ribas

Etapas desta publicação

Proposta
Desenvolvimento

9 comments

  • Ana Mazeo

    Pessoal, a reportagem ficou bacana. Gostei da abordagem que ressalta a relação pessoal que cada um tem com a sua própria tatuagem. E as fotos ficaram muito boas, bem personalizadas! Só senti falta de um recurso de vídeo ou áudio com partes das entrevistas para apodermos ouvir as histórias das tatuagens dessas pessoas.

  • Clarice de Oliveira

    Gostei da matéria, e das tatuagens mostradas, bem interessante as historias. Só achei meio confuso o jeito de mostrar os 3 depoimentos e as respectivas tatuagens, passo o mouse e as vezes a imagem aparece e some, outras ela fica. Já a apresentaçao do primeiro grupo de imagens eu gostei mais pois é só passar o mouse e posso olhar com calma cada foto.

  • Bárbara Ester

    Também achei uma matéria de apelo bem forte e interessante, mas a disposição das imagens com os depoimentos ficou confusa. Um slideshow com os depoimentos nas legendas de cada foto prenderia melhor a atenção.

  • Amanda Jurno

    Meninos, excelente!! Sugiro algumas alterações: a ideia de passar o mouse e aparecer a tatuagem nãoe stá explícita.
    Façam um pequeno parágrafo explicando o que acontecerá, mais ou menos assim. Leia abaixo depoimentos de pessoas que se tatuaram bla bla, depois, passe o mouse em cima da citação para ver a que tatuagem eles estão se referindo.

    A ideia da música é muito boa! Parabéns!

  • terezinha silva

    Além de concordar com os comentários anteriores, quero registrar que achei ótima a ideia de incluir a música e a escolha que vocês fizeram.

  • Bruna Sobreira

    Achei a matéria muito curioso e certamente os links a complementam. Os depoimentos com as fotos são a parte mais legal, só que não dá para entender que tem de passar o mouse em cima, eu mesma só percebi isso quando li o comentário da Amanda. Valorizem essa parte porque é a mais legal! Muito bom trabalho!

  • Geane Alzamora

    Ei pessoal,
    boa matéria, boa pauta, boa apuração. Acho apenas que o conjunto textual poderia ter sido pensado de modo global, para evitar um certo desvio de padrão a acada instante na leitura.
    Geane

  • Larissa Padron

    Fciou bem ilustrativa, só senti falta de ter um texto explicando a história de cada tatuagem, pra saber quem é quem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *