As responsabilidades da produção em um projeto audiovisual

No último post falamos sobre o papel do profissional de atendimento em uma produtora, junto a Quarteto Filmes, e sua importância tanto na produção do projeto quanto na aprovação do cliente. Neste post discutiremos o processo de produção.

Na produtora audiovisual de Belo Horizonte, a Quarteto Filmes, entrevistamos a coordenadora de produção da casa, Paula Paiva. Ela destacou as exigências da profissão, desde a rotina agitada de acompanhamento do filme até o os detalhes necessários para a concretização de um projeto.

Paula Paiva – Coordenadora de Produção da Quarteto Filmes

A produção é acionada assim que o orçamento é aprovado. Após a reunião de pré-produção, na qual são estabelecidas todas as etapas para o filme, a produção é iniciada. É seu papel garantir que as especificações do roteiro (desde objetos de cena até o elenco) estejam garantidas, e isso exige planejamento e organização. Assim, o(a) produtor(a) é responsável por coordenar toda a produção do projeto dentro de um cronograma que encaixe no orçamento. É também a produção, guiada pelo briefing de direção (direção de cena, direção de fotografia, direção de arte) que contrata a equipe, composta principalmente por:

 

 

  • Freelancers;
  • Produtor(a) de locação;
  • Produtor de elenco;
  • Produtor(a) de objeto e/ou cenotécnico;
  • Produtor(a) de figurino;
  • Marquiador(a).

O(a) produtor(a) de locação é responsável por visitar diversas locações e fotografá-las para apresentar as opções ao diretor.  O projeto “FIEMG – Segurança e Saúde no Trabalho”, produzido pela Quarteto Filmes junto a agência Lápis Raro, é um exemplo da dificuldade e do esforço de concretizar essa etapa em filmes com diferentes locações.

Esse roteiro contém 8 situações e a produção de locação foi essencial para viabilizar a realização do projeto dentro do orçamento. O filme foi produzido em duas diárias de gravação: na primeira, foram filmadas as cenas na rua (Ultrapassagem, Moto sem capacete, Carrinho de rolimã) e a cena da Bala soft; na segunda, a locação foi uma grande casa que serviu de cenário para as outras 4 situações (Antena de TV, Repelente, Bronzeador e Chapinha no cabelo).

Outras duas funções que envolvem a produção são a direção de arte e a produção de elenco. O(a) diretor(a) de arte coordena a equipe de arte que é responsável por comprar/alugar todos os objetos de cena do filme. Se a construção de um cenário for necessária, um cenotécnico é contratado. Já o(a) produtor(a) de elenco é responsável pelo teste de elenco que normalmente é realizado no estúdio da produtora e dirigido pelo assistente de direção.

Após todas essas etapas, são apresentadas para o(a) diretor(a) de cena as opções de locações, de objetos de arte, de elenco e de figurino dentre os quais ele/ela definirá o que é de sua preferência. A partir dessas escolhas, o(a) assistente de direção é responsável por criar a apresentação, com uma média de 3 opções por cada setor, que será apresentada para a agência e defendida pelo diretor(a) na reunião de produção.

Os últimos ajustes de produção são realizados depois da reunião para atender as necessidades do cliente. Se a agência não aprova nenhuma opção de locação ou de elenco, por exemplo, faz-se uma nova busca de locação ou novos testes de elenco.

Concluídos os ajustes de produção, é realizado o tech scout – uma visita técnica às locações aprovadas, com os seguintes membros da equipe: diretor de cena, diretor de fotografia, diretor de arte, eletricista chefe, assistente de direção, produtor de locação, e produtor responsável pelo filme. Nessa visita, são definidos todos os elementos necessários para o dia da gravação. Após o Tech Scout, o(a) assistente de direção é responsável por produzir a ordem do dia das diárias de gravação sob a aprovação do coordenador de produção.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *