sense8

ATENÇÃO: ESSA ANÁLISE CONTÉM SPOILERS!

Memes, spoilers e divulgação da segunda temporada de Sense8 no Tumblr e no Facebook

 

Lançada em 5 de junho de 2015, a série de ficção dramática Sense8 é uma produção original da produtora e serviço de streaming Netflix. Ela gerou grande repercussão logo em sua estreia por conta do enredo misterioso, complexo e com toques de ficção científica, além de possuir personagens que geram representatividade.

Por isso, a série acabou se tornando popular de forma rápida e arrecadou uma legião de fãs que esperaram mais de um ano e meio pela continuação da trama. No dia 05 de maio de 2017, após um episódio especial de natal, a Netflix disponibilizou a segunda temporada da série.

Essa série mobilizou espectadores de todo o mundo que há muito aguardavam pelo lançamento se expressando através das redes sociais. Algumas páginas dedicadas especialmente à Sense8 buscam engajar seu público ao utilizarem de diferentes tipos de posts, como prints dos episódios, vídeos, imagens de divulgação e memes.

O chamado meme deriva do conceito criado por Richard Dawkins para definir uma unidade de informação que se multiplica entre pessoas e locais onde é possível armazenar uma informação, algo que pode de alguma forma autopropagar-se. Com a chegada da internet e, consequentemente, da unificação e propagação da informação de forma muito mais instantânea, o conceito foi atribuído à informações com conteúdo cômico que se disseminam na internet quase que automaticamente.

Em contramão dos memes, os spoilers surgem como algo nada agradável,que pode arruinar a experiência única de surpresa através de alguma revelação sobre um episódio. Porém, eles podem ser percebidos de maneiras diferentes pelos fãs: o que pode ser um spoiler para uns, pode não ser para outros. Pensando nisso, seria possível a utilização deles como arma de divulgação aliada à conteúdos engraçados e fáceis de se multiplicarem pela internet?

“Você é um otimista”

Segundo uma pesquisa feita na Universidade da Califórnia, essa revelação de desfecho ou de alguma informação relevante de uma obra aguça a curiosidade do consumidor, fazendo-o desfrutar ainda mais da experiência. A explicação é que, ao já saber a conclusão de algo, o leitor ou espectador tem mais atenção quanto aos detalhes da “caminhada”. A pesquisa sugere ainda que spoilers deveriam se chamar algo como engrandecedores (enhancers), pelo seu papel ao alavancar certo produto.
Buscando observar e analisar essas dinâmicas entre fãs e espectadores da série Sense8 nas redes sociais de a publicação de conteúdos, recolhemos alguns dados disponíveis no Facebook e no Tumblr durante o período de 03 a 10 de maio.

Com a ferramenta “Tumblr Tool”, da Universidade de Amsterdã, foram adquiridos dados de 8795 posts que utilizaram a tag “Sense8” para a análise das movimentações na rede social popularmente conhecida pelo uso de gifs e imagens. No Facebook, buscamos abordar uma fanpage brasileira intitulada “Sense8 da Depressão”, que possui mais de 640 mil seguidores. Assim, obtivemos dados de um total de 49 posts da página através da ferramenta Netvizz.

Tumblr

Para os usuários que estão acostumados com as redes sociais mais conhecidas no Brasil, o Tumblr pode apresentar uma dinâmica peculiar. O site se identifica como uma “plataforma global para criatividade e auto-expressão” e mescla práticas comuns de rede sociais – como publicação de fotos e vídeos, a manutenção de um feed (dashboard) para que os usuários possam acompanhar quem estão seguindo e páginas de chat – e plataformas de publicação de blogs, como WordPress e Blogger.

De acordo com a direção do site, o Tumblr foi criado em fevereiro de 2007 e conta, hoje, com cerca de 349 blogs publicados através dele e possui de 33,4 milhões de posts publicados diariamente (dado extraído no dia 29 de maio de 2017). Essas publicações podem ser feitas em diversos formatos, sendo eles: texto, fotografias, gifs, citações, links, diálogos, músicas e vídeos. Além de serem publicados no feed dos seguidores (dashboard), os posts também estão nas páginas pessoais públicas de cada usuário, que funciona como um blog tradicional, sendo modificável e personalizável através de códigos HTML.

As publicações feitas pelos usuários podem ser marcadas e organizadas através de tags escolhidas pelos usuários. Dependendo da configuração HTML dos blogs, elas podem ou não aparecer ali, mas estarão disponíveis na dashboard e nas ferramentas de pesquisa do Tumblr.

Quando um usuário faz uma publicação ela também pode ser comentada (respondida), curtida e/ou compartilhada (reblogada) por outros usuários. Em caso de reblogue o post será publicado na página de quem está compartilhando e também aparecerá no feed (dashboard) de todos que o seguem. As respostas, por sua vez, são divulgadas apenas nas dashboards dos usuários envolvidos e seus seguidores, enquanto os posts curtidos são publicados apenas numa página específica de uso particular do usuário que os curtiu.

Todas as interações, porém, geram notes. Elas mostram a quantificação das curtidas, respostas e reblogues, ou seja todo o engajamento possível de uma publicação. De acordo com a página de ajuda do site, “As notas são ordenadas cronologicamente, com as mais antigas sendo mostradas no topo. Quando você abre a visualização das notas, você vai diretamente para o final delas (onde estão as mais recentes) para que você veja as atividades mais recentes […] Respostas e reblogues com legendas recebem um tratamento visual diferente, para que você possa acompanhar a conversa de uma forma mais fluida. Se alguém responder ou comentar uma postagem e adicionar uma nova legenda, os textos correspondentes aparecerão nas notas. Você também pode responder (ou comentar) uma postagem diretamente da visualização das notas, caso queira se juntar à conversa”.

Essa imagem mostra como fica a configuração dos notes na própria postagem

tumblr

Enquanto essa mostra os notes na dashboard

Através das diversas interações e possibilidades de publicações, o Tumblr acaba unindo pessoas com gostos semelhantes criando diferentes espécies de comunidade entre seus usuários. Esse processo acaba atraindo fandoms, ou seja, grupo de fãs de um determinado produto, assunto, pessoa, time desportivo, etc. Pensando nisso, decidimos investigar as interações e publicações dos usuários fãs da série Sense8.

O uso da rede social por fandoms é tão relevante que o próprio Tumblr criou o Fandometrics, um blog onde publicam a análise de tags utilizadas pelos fãs durante as semanas, contabilizadas de segunda a segunda.

O período que está sendo analisado neste trabalho é do dia 3 a 10 de maio, que engloba duas semanas do Fandometrics: as finalizadas nos dias 8 e 15 de maio. De acordo com os dados do site, na semana do dia 2 a 8, a hashtag Sense8 não aparece no TOP 20 tags de programas de TV. Na semana seguinte, porém, dos dias 9 a 15 aparece na oitava posição do rankeamento. Esse crescimento de popularidade da hashtag no Tumblr pode estar relacionado com a estréia da segunda temporada no dia 5 de maio e o tempo gasto pelos usuários para assistir os episódios.

Com o início da nossa análise no dia 3 de maio, dois dias anteriores à estreia da nova temporada, percebemos de forma clara a crescente quantidade de posts por dia citando a série. É interessante notar que o pico de postagens não ocorreu exatamente na estreia, mas sim no dia seguinte, possivelmente devido ao tempo necessário para os usuários começarem a assistir ou até finalizarem a temporada, no caso dos mais apressados, especificidade da netflix e demais serviços de streaming que disponibilizam todos os episódios da temporada de uma só vez. Destacado no gráfico a seguir estão o número de registro de posts representado pelas barras e a contagem de notes seguindo a linha em azul:

Gráfico 1 – Análise de posts e notes por dia

É notável também a respectiva crescente do número de notes, que impressiona quando atinge seu pico em um total de 404.433 no dia 6 de maio, sábado, seguindo assim a ideia de que esse seria o dia central de discussões a respeito.

Aprofundando no aspecto dos notes, que se trata do ato de curtir ou reblogar uma postagem, procuramos saber qual o teor dos posts que geraram mais “reações’ nos usuários da rede. Alguns mais influentes superando a marca dos 20.000 notes:

Gráfico 2- Análise de note por post

O primeiro deles, com o número disparado de 33.524 reações de usuários, é da página ludaprilgate.tumblr.com e retrata uma cena já dos episódios finais da temporada, assim talvez sendo este o motivo por ser tão comentado. Outro possível motivo seria pela cena ter certo tom cômico, sendo até um humor mórbido, seguido de um comentário complementar da autora do post: “bitch me too”, como mostra a seguir:

Post com mais notes: 33.524 de ludaprilgate.tumblr.com http://ludaprilgate.tumblr.com/post/160440036010/bitch-me-too

A cena em questão é um diálogo entre os personagens, na qual Nomi questiona Jonas se ele está vivo e a resposta é “Filosoficamente questionável, mas… fisicamente, sim, eu estou”. Além do próprio conteúdo cômico, o comentário acrescenta uma “acidez” no tom da publicação pela autora se identificar com o estado do personagem em tom sarcástico.

Tradução: Ele não está morto o que,,,, ???

Tradução: “Nãoooo, eu ainda não vi”

Tradução: – Qual série é essa? sense8 temporada 2 bitch

Tradução: EU CONTINUO LENDO ISSO ANTES DE SABER O QUE SÃO EU AINDA NÃO TERMINEI A 2 TEMPORADA AAARGH EU TENHO QUE SAIR DESSE SITE

Tradução: Eu não comecei essa temporada e já tem spoiler meu deus

Ao aprofundarmos no conteúdo dos comentários percebemos muitos usuários reforçando que ainda não haviam visto a cena e não sabiam que o personagem estava vivo. Importante ressaltar que nas imagens dos comentários conseguimos ver que muitos reblogam mesmo ao reclamar de um spoiler, repassando-o para frente (os que contém a bolinha verde correspondem à um reblog e em azul à somente um comentário).

Em contraste com essa teoria vem o segundo post com mais notes, 29.007 exatamente, que representa um momento de certa forma emocionante para os fãs e contém a frase “sense8 spoiler” como hashtag avisando os demais usuários.

Segundo post com mais notes: 29.007 http://captainnagata.tumblr.com/post/160365221252/someone-threatens-lito-wolfie-showing-up-out

É notável também como as notes acabam aumentando ao longo do tempo, mesmo com certa distância do dia de lançamento da série. No dia 30 de maio, quase um mês após a estreia, a postagem acima havia somado 3.893 reações de usuários.

O post seguinte, que totaliza 28.208 notes, tem praticamente o mesmo teor do anterior: uma cena mais à frente na temporada com um tom cômico. Percebemos também a pluralidade em postagens que geram memes e como estes tem por consequência mais engajamento dos usuários da rede.

Terceiro post com mais notes: 28.208 http://shimssi.tumblr.com/post/160378178760

 

É interessante notar que o uso de memes sendo um spoiler é comum na repercussão da série, e é clara a diferença de recepção por parte dos usuários, enquanto uns aproveitam dos spoilers para alavancar o número de reações dos seus seguidores em certas postagens, outros pedem para avisarem estes casos. Encontramos 154 postagens com a palavra spoiler, sendo que alguns se destacaram justamente por serem esse pedido de alerta:

Além dos posts com a citação de spoiler, obtivemos 2.030 posts contendo a palavra “spoiler” como parte de uma hashtag, confirmando a atenção e o cuidado que os usuários dão para esse tipo de publicação. A variação do tamanho dos círculos é pela quantidade de vezes que aquela combinação de tags apareceu em posts, em destaque selecionamos entre as maiores aquelas que continham a palavra “spoiler”:

Gráfico 3 – Análise de posts por tag

O Tumblr, por ser uma rede com usuários mais jovens em contrapartida com o Facebook, visto que 37% dos seus usuários possuem entre 16 e 24 anos contra o Facebook que abrange uma variação de idade bem maior, contém em grande parte publicações com memes que possuem um tom mais cômico e divertido, como visto acima na maioria das postagens a respeito da nova temporada da série. Por isso também, talvez, os usuários sejam mais aptos a aceitarem memes que contém spoilers e estejam mais acostumados até a avisar seus seguidores à respeito disso, mesmo passado apenas uma semana do lançamento.
Percebemos isso também na rapidez com que o lançamento tornou-se assunto na rede, levando apenas um dia para atingir mais de 2.000 postagens contendo qualquer tipo de palavras relacionadas ao nome da série ou dos personagens, lembrando ainda que há a possibilidade de mais publicações sem tal menção.

A rede também, em sua maior parte, é contida por imagens, gifs e vídeos, ou seja, publicações mais chamativas ao usuário, sendo em sua minoria postagens apenas textuais, tratando-se de uma mídia muito mais dinâmica e interativa. Por isso, muitas vezes, torna-se ainda mais difícil se esquivar dos spoilers, por não estarem contidos apenas inseridos em algum texto ou algo do tipo, mas por serem conteúdos gráficos com a representação direta de tal momento na série.

Facebook

A página Sense8 da Depressão é uma conta não oficial, criada por fãs da série, com o intuito de compartilhar comentários, piadas e notícias da produção da Netflix. Como uma espécie de fandom humorístico, a página mantém um forte engajamento de seus seguidores, mesmo em períodos de hiatus da série. Por isso, foi escolhida como fonte de análise da interação dos fãs de Sense8 nas redes sociais.

Uma hipótese prévia era a de que memes gerariam mais engajamento e de que spoilers provocariam mais discussões entre os seguidores. Porém, também imaginávamos que a página faria diversos posts divulgando a volta da série.

Ao analisar os dados (Gráfico 1), percebemos que o post com maior engajamento, medida que considera compartilhamento, reações e comentários, não foi um meme, mas um vídeo de divulgação da série. Postado um dia antes da estreia da segunda temporada, o trailer da segunda temporada alcançou 55.465 engajamentos, ou seja, a soma de reações, comentários e compartilhamentos, e foi o post mais comentado do período em análise, com 13.384 comments. Lembramos que todos os números referentes aos dados coletados pela plataforma Netvizz dizem respeito ao valor durante o período especificado na coleta, de 03/05 a 10/05. Atualmente esses valores são diferentes, mas ainda assim os resultados são relevantes.

Gráfico 4 – Relação de posts com mais reações, engajamentos e comentários. As barras em azul representam os posts com mais reações, “O Berro” e com mais engajamento, Trailer, respectivamente.

Entretanto, o post com maior número de reações foi um meme feito a partir de um episódio da série. Publicada no dia 9 de maio, a imagem teve 30.618 reações, incluindo likes, e acabou se tornando a foto de perfil da página. “O berro” faz referência a uma pintura de Edvard Munch e brinca com o exagero dramático do personagem Lito.

Nos comentários do post várias pessoas aprovam a brincadeira da foto, enquanto outras reclamam sobre terem terminado de assistir todos os episódios de uma vez só. Mas, apesar de ser uma postagem sem spoilers, há também alguns comentários reclamando ou falando sobre eles.

No mesmo dia, a página publicou uma imagem que aumentou ainda mais a discussão dos fãs sobre spoilers. Trata-se de uma montagem com imagens e falas de uma cena muito emblemática de um dos episódios. Nomi e Amanita, um casal LGBT muito apoiado pelos fãs da série, ficam noivas e a postagem desse momento se torna a mais comentada sobre spoiler.

Os comentários variam entre reclamações de quem ainda não assistiu o episódio e pessoas que defendem a página, alegando que ela não pode esperar todo mundo assistir a série para depois comentar sobre. Muitos ainda falam sobre descurtir o perfil enquanto não termina a temporada como estratégia para fugir desse tipo de post.

A própria Sense8 da Depressão criou postagens pensando nessa dinâmica dos spoilers. Um dia após a estreia, ela montou um post com o nome do último episódio, onde os seguidores poderiam fazer seus comentários à vontade. Como a própria descrição da imagem alerta: “Spoilers são permitidos neste post, então tomem cuidado com os comentários”.

Esse post foi o 15º mais comentado de 49 postagens durante as datas analisadas

Essa estratégia é interessante para se pensar como as dinâmicas em torno de um assunto acabam criando certas regras e configurações de comunicação. Por exemplo, divulgar um spoiler é considerado por muitos como algo que não deve ser feito, mesmo por uma página exclusivamente dedicada à série. Percebendo isso, a página teve que se adequar a essa “regra” e criou uma espécie de “canal específico para spoilers”.

Porém, a definição de spoiler ainda gera diversas controvérsias. Quanto tempo é necessário para que uma informação deixe de ser um spoiler? Em que medida um meme ou uma peça de divulgação também não é um spoiler?
Mesmo em um post divulgado quase 15 dias após o lançamento da temporada, as reclamações continuaram. Nele revela-se que um dos personagens que ajuda os sensates é, na verdade, um traidor.

Nos comentários há ainda a formação de teorias mais reveladoras sobre a série, que tem como característica principal ser misteriosa. Por isso, há muitos comentários alegando que o conteúdo é um spoiler. Entretanto, a imagem também é um meme, que faz uma paródia com as enquetes do Brasil Urgente.

Outro meme que gera polêmica por ser um spoiler data do dia 12 de maio. Esse caso parece ainda mais grave do que o anterior, por revelar um grande desfecho. Muitos ainda defendem a publicação: “já vai fazer uma semana que foi lançado”, comenta um dos seguidores.

Ao analisar o movimento de publicações da página durante a primeira semana, vemos que ela manteve um bom fluxo de postagens. No dia do lançamento, com maior número de posts, as abordagens eram mais voltadas para a divulgação do lançamento, como contagem regressiva e comemorando a estreia. Porém, houveram também muitos posts com memes mais discretos, sem grandes revelações dos episódios.

Gráfico 5 – Quantidade de posts publicados por dia entre 3 de março a 12 de março. O dia com maior número de postagens foi 9 de maio, com 11 posts.

No dia 9, a página também esteve bem ativa (Gráfico 2) e seus posts eram em maioria memes, que não eram caracterizados como spoilers pelos seguidores. A imagem abaixo, por exemplo, faz referência à uma música de uma momento especial da série e, apesar de antecipar a sua aparição, o post não foi criticado.

Provavelmente porque não é uma informação sobre o enredo da série, mas só sobre um detalhe dela. Se esse for o caso, os limites do spoiler começam a ser desenhados nessas observações.

Outra explicação para isso é dada na matéria “Cabe Danos Morais contra quem solta spoiler?” do site JusBrasil, em que é abordada uma diferenciação entre “spoiler babaca” e spoiler inevitável”. A imagem acima, por exemplo, seria um spoiler inevitável por ser apenas um comentário empolgado sem grandes revelações.

Em um vídeo especial para o Brasil, o ator Michael Kelly (Doug Stamper de House of Cards) explica de forma bem humorada essa espécie de “política da boa vizinhança” do spoiler.

O dia 9 de maio também foi o que teve o maior número de reações e likes, como é possível ver no Gráfico 3. Como a maioria de suas postagens foram memes e um spoiler (pedido de casamento), pode-se sugerir que conteúdos humorísticos possuem uma aprovação maior do público.

Gráfico 6 – Comparação entre a quantidade de comentários (azul escuro), reações (vermelho) e likes (azul claro) por dia entre o período de 3 a 11 de maio.

Mesmo após essa primeira semana os memes continuaram sendo produzidos pela página. Alguns ironizavam a atual situação política do país, enquanto outros se referiam particularmente à série e às suas polêmicas de não renovação.

Já o dia com maior número de comentários (Gráfico 3) foi na véspera do lançamento da 2ª temporada. Isso pode mostrar que os fãs estavam mais engajados em comentar sobre a animação de ver a continuação da trama que esteve tanto tempo sem novidades.

Uma curiosidade é que a página não atende só a um público nacional, mas também está presente em toda a América e até em outros continentes (Gráfico 4).

Gráfico 7 – Mapa com a relação de visitantes da página Sense8 da Depressão por país.

A partir dessas análises, é possível perceber a viralização de conteúdos ligados ao retorno da série Sense8 nas redes sociais, o que ocorre por parte dos próprios fãs. Esse comportamento de divulgação e compartilhamento pode ser bem visto pela empresa Netflix, produtora da série, uma vez que ele pode ser considerado uma forma de buzz marketing e marketing viral que parte dos espectadores através da criação de imagens, vídeos, textos e também os famosos memes.

Por outro lado, os efeitos dos memes, spoilers e materiais de divulgação não são completamente controláveis, nem previsíveis. Um meme pode ser um spoiler dependendo do contexto ou uma forma de aumentar a divulgação da série por gerar muitos compartilhamentos, como visto na página de “Sense8 da Depressão no Facebook”. Da mesma forma, um spoiler pode acabar se tornando um meio de divulgação por gerar debate.

Dessa forma, percebemos uma certa convergência das dinâmicas nas redes sociais em torno de um evento, no caso a estreia da segunda temporada de Sense8. Assim, ao pensarmos “até onde um conteúdo é um spoiler, ou um meme ou só uma forma de comentar sobre a série?”, percebemos que não há uma resposta exata. Essas dinâmicas são relativas e se transformam de acordo com contextos e opiniões.

Além disso, o próprio debate em torno do que é um spoiler e a partir de quanto tempo ele deixa de ser um confirma essa hipótese. Como o texto do JusBrasil aponta, alguns “spoilers notáveis” acabam se tornando um fato notório. Por exemplo, por que a frase “Luke, I’m your father” não é um spoiler? Ou porque ele seria um se já é conhecido por tantas pessoas?

Dessa forma, concluímos que memes e spoilers geraram engajamentos nas redes sociais e, muitas vezes, são responsáveis por uma espécie de “extensão da série” onde fãs e espectadores se organizam em dinâmicas de comentários e até regras, como o post criado especialmente para spoilers. Além disso, eles servem como uma forma de divulgação da série, mostrando serem flexíveis. Ou seja, um meme pode ser um spoiler ou gerar divulgação e vice-versa.

EQUIPE

Gabriella Miranda, Isadora Ferreira e Mariah Júlia Alves