#BHaté50 – Horizontes da Curral

DESENVOLVIMENTO +

Já que algumas inclemências da vida social impediram a conclusão o primeiro exercício de experimentação de linguagem (o BHaté50) que desenvolvido para o Laboratório de Mídias e Linguagens (2014/1), resolvi fazer um trabalho que envolva tanto a região centro-sul quando a região às margens de BH. Nesse sentido, pretendo fazer um passeio pelo centro de Belo Horizonte enquanto me preparo para a Trilha Travessia da Serra , oferecida pelo Parque Serra do Curral.

[ O Parque Serra do Curral ]

Inaugurado em setembro de 2013, o Parque Serra do Curral oferece uma trilha guiada através da crista da Serra, com altitudes que variam de 1.200 a 1.380 metros. Espaço para caminhada, descanso e contemplação, o mais novo ponto turístico de BH possui 10 mirantes distribuídos por seus quatro mil metros de extensão e, embora a visita seja gratuita, é preciso agendá-la para um dia e horário específicos no site do próprio Parque. Além disso, o visitante que quiser fazer a Trilha Travessia da Serra deve levar um Termo de Responsabilidade previamente preenchido e assinado.

O Parque funciona de de terça a domingo das 8 às 17h  e sua entrada fica localizada na Av. José do Patrocínio Pontes, 1.951, bairro Mangabeiras, bem próxima à Praça do Papa, sendo acessível por meio da linha de ônibus 4103. Entretanto, é importante que mesmo visitas agendadas estão sujeitas à alterações ou suspensões devido a condições desfavoráveis, como tempestade, baixa visibilidade, ventos fortes, raios, risco de incêndios e deslizamentos.

[ Possíveis fragmentos desse horizonte ]

A partir dos mirantes dispostos na trilha Travessia da Serra, é possível identificar pontos turísticos como, por exemplo, a Lagoa da Pampulha, o Parque Municipal Américo Renné Giannetti, o Estádio Mineirão, o Pico do Itabirito, a Serra da Piedade, o Morro do Pires, o Morro do Elefante, o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça.

[ Processo de configuração ]

Durante o passeio serão feitas fotografias e vídeos para ilustrar o relato sobre o passeio, que será tessido através do Medium. No passeio pelo parque, será escolhida uma outra fotografia retirada de algum dos mirantes distribuídos pela Trilha Travessia da Serra. Esta será a imagem de fundo de um site a ser programado independentemente (e hospedado no servidor do meu portifólio pessoal) sobre a qual serão colocados marcadores que indicarão pontos turísticos de lá visíveis . Ao clicar em um desses marcadores, o usuário terá acesso a uma janela (programada usando o ColorBox) a partir da qual será possível escrever sobre tal ponto turístico por meio do plugin de comentários do Facebook.

[ Fontes ]

Funcionários do Parque Serra do Curral
Fundação de Parques Municipais
Outros visitantes presentes no dia de realização da matéria
Portal da Prefeitura de Belo Horizonte
Portal do Parque Serra do Curral
Portal Sou BH

 

Equipe

João da Mata

Etapas desta publicação

Proposta
Produto