Bola na mão – sonho de chuteira no pé

Imagem de destaque: Quem não sonhou em ser um jogador de futebol? As meninas também. Foto: Gabriela Costa, Samara Souza e Taiane Rocha

Ser jogador profissional de futebol é o grande sonho de infância de muitos meninos brasileiros. De algumas meninas também. Foi do campinho de terra às margens da antiga lagoa da Barragem Santa Lúcia, em Belo Horizonte, que surgiu a oportunidade de experimentar o clima do gramado que pode servir de tapete para as chuteiras delas no futuro, apesar das dificuldades. As jovens jogadoras do Prointer, time amador da capital mineira, foram selecionadas para integrar a equipe de gandulas da Copa das Confederações 2013 e estiveram frente a frente com alguns de seus ídolos nos três jogos da competição disputados no Estádio Mineirão.
Mais do que alimentar de bola os jogadores de Nigéria, Taiti, México, Japão, Uruguai e Brasil, elas alimentaram o desejo de jogar profissionalmente. A bola estava na mão, mas o sonho era mesmo de chuteira no pé.

Repotagem

Gabriela Costa, Samara Souza e Taiane Rocha

Etapas desta publicação

Proposta

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *