Centro de Memória Morro Velho – Nova Lima – Até 50 reais

PROPOSTA +

[ Um passeio pelo Centro de Memória Morro Velho em Nova Lima – 20 anos abrigando a história da mineração na cidadezinha da Região Metropolitana de BH ]

Histórico e Resumo:

A mineração na cidade de Nova Lima, na Região Metropolitana de BH, está presente desde a fundação do pequeno arraial, quando em 1701, o bandeirante Manoel Borba Gato descobriu jazigas de ouro no local. Após a descoberta, a notícia logo se espalhou pelo Brasil chegando até Portugal e provocou a incontrolável corrida pelo ouro, trazendo vários trabalhadores para o vilarejo, conhecido como Congonhas do Campo. Durante toda a metade do século XVIII, a exploração aurífera era aluvional, ou seja, o ouro era encontrado na superfície da terra e no leito dos rios. A mão-de-obra básica utilizada era de escravos africanos e garimpeiros livres. Ao final do século XVIII, com a decadência da exploração do ouro de aluvião, a solução era explorar minas subterrâneas. A mina subterrânea mais antiga do Brasil e a mais profunda do mundo, é a Mina do Morro Velho, que se tornou o principal polo econômico de Nova Lima até início dos anos 2000. O local foi explorado pela família do Padre Antônio Freitas e 1834 foi vendido para a mineradora inglesa Saint John Del Rey Mining Company. A Mina seguiu sendo explorada pela companhia inglesa durante todo o século XIV e até 2003, após decadência total da exploração de ouro, prata e outros minérios. Para que a história da mineração em Nova Lima não ficasse jogada ao leu, a Prefeitura decidiu fundar em 1994, o Centro de Memória Morro Velho. O local conta com um acervo extenso sobre a mineração e a metalurgia, além de abrigar uma série de objetos e livros dos séculos XVIII e XIV. O museu completa em 2014 o seu vigéssimo ano de existência como um espaço que abriga um pouco da história dos trabalhadores novalimenses e ingleses.

Proposta do trabalho:

A proposta deste trabalho é de relatar um pouco da história da mineração em Nova Lima e compreender como essa está sendo retratada no Centro de Memória Morro Velho. Além disso, pretende-se compreender como a história da mineração ainda se faz presente na vida dos novalimenses.

Perguntas:

1. Qual é a presença da cultura dos imigrantes e empresários ingleses na cultura de Nova Lima?

2. Como o fim da mineração impactou o cotidiano de Nova Lima?

3. Como era o cotidiano da cidade rica em ouro, prata e tantos outros minérios?

4. Qual é o acervo do Centro de Memória Morro Velho? Quais são os seus atrativos?

5.  O Centro de Memória Morro Velho é acessível aos portadores de deficiência física? Fornece atrativos para o público juvenil?

6. Quais são os atrativos da culinária novalimense? Há alguma influência da cultura da mineração?

7. Quais são os instrumentos típicos da mineração? Como eram as Minas de Morro Velho?

8. Qual é a história da família do Padre Antônio Freitas? Qual é a história deste personagem?

9. Qual é a história da Saint John Del Rey Mining Company?

10. Quem eram os trabalhadores das minas? Há algum personagem conhecido na região?

11. Haveria lendas relacionadas à Mina de Morro Velho?

Fontes:

Centro de Memória Morro Velho

Telefone: 3589-1716. E-mail: centrodememoria@anglogoldashanti.com.br

AngloGold Ashanti:

A história de Nova Lima

Prefeitura de Nova Lima

Recursos de linguagem:

O grupo se propõe a dar continuidade ao primeiro trabalho da disciplina e aprimorar os recursos já utilizados (WordPress, Twitter, galeria de Fotos, áudios no Soundcloud, mapas) e fazer com que estes dialoguem melhor com o cotidiano da interatividade na Internet. Mapas serão otimizados, e as imagens, em relação ao primeiro trabalho, serão melhor dispostas e mais exploradas.

Também é um desafio pensar na disposição “em telas” para os conteúdos. O grupo não pode criar textos longos demais, para que se possa estar em sintonia com o timing do usuário na web. Há ainda a proposta de criação de um aplicativo. Deve-se superar as dificuldades técnicas e pensar em uma pauta específica para este aplicativo, uma vez que a transposição completa do conteúdo no site/Wordpress é inviável e não-efetiva.

Equipe

Ana Carolina Rodarte, Débora Helena Costa, Lorena Lima

Etapas desta publicação

Desenvolvimento
Produto

4 comments

  • Geane Alzamora

    Oi meninas,
    cuidado apenas para não ficar com cara de matéria de divulgação de museu. Acho que vale apontar mais coisas a fazer em Nova Lima (algo como: vai no museu, entao o que mais fazer em Nova Lima? Onde almoçar? O que mais fazer?). Não ficou claro para mim a proposta de plataforma.
    Geane

  • Pedro Lucchesi

    Olá,

    Gosto da proposta de vocês em oferecer um panorama da mineração em Nova Lima, se alguém quiser fazer um roteiro que envolva essa cidade e sua tradição, com certeza vão querer ler a matéria de vocês. Com relação às plataformas, acho bastante interessante essa ideia de deixá-las mais atrativas, valorizando a interatividade e navegabilidade.
    Penso que seria legal se vocês também fizessem um exercício descritivo do Centro de Memória Morro Velho, como é a disposição do acervo, a acessibilidade, os funcionários…

  • barbarasilva

    Acho legal que essa segunda etapa do trabalho de vocês continua seguindo a linha dos ofícios iniciada no primeiro roteiro. Acho bastante interessante trazer essa noção do trabalho para o tempo do lazer.

    Considero muito positivas as considerações que fizeram relativas aos recursos de linguagem. O trabalho que o grupo se propõem desde o primeiro percurso é bastante completo e merece uma cara atrativa para que mais pessoas tenham interesse e acesso ao conteúdo.

    * Ps.: Acho que vocês estão esquecendo de usar o código referentes às fases do trabalho nos posts de vocês. A formatação fica um pouco diferente dessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *