#DataMapa Representação feminina na política de MG

A proposta deste trabalho é analisar a representação feminina na política dos municípios de Minas Gerais, utilizando o software CartoDB. Qual a porcentagem de mulheres eleitas vereadoras em cada cidade? Representar esses dados em um mapa do estado indica padrões por mesorregião? Os dados vão ser coletados a partir de informações disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além disso, a ideia é relacionar a representação feminina ao Índice de Desenvolvimento Humano, indicador social muito utilizado em análises. O IDH reúne informações sobre educação, expectativa de vida ao nascer e PIB per capta. A hipótese de que quanto maior o IDH, maior a representatividade feminina, pode ser confirmada? Os dados sobre o IDHM, que indica informações por município, serão coletados no site do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Equipe

Clara Braga, Harlley Soares e João Vítor Marques 

Etapas desta publicação

Desenvolvimento  Produto 

4 comments

  • Luís Felipe Garrocho

    Igual foi discutido, a proposta é interessante – e só a questão da representatividade já vai dar pano pra manga. Tome cuidado para não direcionar o olhar somente em função da hipótese e perderem de vista o resto do trabalho.

    • João Vítor Marques

      Exatamente, Luís. Tomaremos esse cuidado, estamos atentos.

      Outra ideia pode ser analisar mais profundamente casos de destaque: alguns municípios têm 56% de representantes mulheres; e BH tem apenas uma em meio a mais de 40.