#ensaioBH: Copa de Concreto

Seguindo uma política modernista de reforma, a cidade de Belo Horizonte tem passado os últimos anos “em obra”. Depois de escolhida para cidade sede da Copa do Mundo 2014 o novo plano ficou ainda mais evidente. A construção das estações do MOVE e a reforma do Mineirão foram com certeza expoentes de destaque nessa nova política urbana “pré-copa”. Até onde se saiba, as novas reformas teriam o objetivo, além de cumprirem o famoso “padrão-fifa”, promover melhorias para a população e para a cidade como um todo. No entanto, até que ponto esses novos e reformados espaços estão em sintonia visualmente com a cidade ao redor? O que vemos aqui, são grandes espaços de concretos, estações modernistas de vitro que destoam totalmente do entorno da cidade.