#ensaioBH: Labirintos de consumo

Zona sul, leste ou norte. Produtos importados, nacionais, caros ou baratos. Se estamos em crise econômica ou se a carteira está cheia. A grande verdade é que todos aqueles corredores, marcas e opções nos oferecem um mundo de possibilidades, e, principalmente, atendem aos anseios da grande roda do capitalismo. Para as pobres almas rendidas ao sistema, armadas de um carrinho ou de um rosto amigável, nos labirintos do supermercado, ninguém sai sem pagar o devido preço.

Por Lucas Rocha e Beatriz Lobato.