#ensaioBH: Limite (in)visível

Enquanto limite geográfico, a Serra do Curral desenha a paisagem de Belo Horizonte. Mas, no conturbado tecido urbano e na atividade cotidiana, como a serra se integra a esse cenário? Usando o carro como meio de transporte, na Avenida Antônio Carlos, diferentes elementos se destacam. Asfalto, viaduto, carro, favela, estação, fios.
No fundo, uma linha, um limite levemente apagado: a serra. Quem vê a serra? Nem tantas pessoas, arriscamos a dizer. Mas uma vez notada, ela jamais será novamente invisível.

A N A F R A N Ç A | M A R I N A N O V A I S