#ensaioBH: Tempos de parque

No Parque Guanabara, domingo é mais que um simples dia. Para alguns é tempo de viver coisas novas, para outros é tempo de recordar. É tempo de parque.  Pipoca, algodão-doce, maçã do amor, roda gigante, carrossel. Pais, mães, filhos, filhas, casais, primos e amigos, se reúnem para criar e resgatar memórias. Fomos até lá registrar tudo isso e acabamos nos reencontrando com um passado não tão distante.

Por Karine Silva e Lívia Araújo.