FIQ e produtores de histórias em quadrinhos em Belo Horizonte

PAUTA +

[ Descrição do processo ]

Pauta: Aline Azevedo, Gabriela Costa Souza, Júlia Pelinson

Repórteres: Aline Azevedo, Gabriela Costa Souza, Júlia Pelinson

Tema: FIQ e produtores de histórias em quadrinhos

Foco: Quais são os desafios da profissão no Brasil?

Resumo: Em novembro de 2013, Belo Horizonte irá sediar mais um FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos). O evento, que acontece a cada dois anos, reúne quadrinistas e especialistas em desenho de todo o mundo para divulgar e discutir sobre HQs. A reportagem deve apresentar um breve histórico do FIQ e ressaltar os critérios para participar do evento – apresentando trabalhos, dando palestras, etc. Sobre a porcentagem de brasileiros e estrangeiros que participarão do FIQ 2013 deve-se apresentar um infográfico. A reportagem também terá perfis de quadrinistas/ilustradores para falar sobre as dificuldades (ou não) de trabalhar com isso no Brasil.

Proposta da matéria: Mostrar a realidade de quem trabalha ou tem interesse de trabalhar com ilustrações e quadrinhos em Belo Horizonte e como o próprio Festival Internacional de Quadrinhos, que também ocorre na cidade, colabora para a repercussão desse tipo de arte.

Perguntas:

1) FIQ

1.1 – O que é o FIQ?

1.2 – Como é feita a divulgação do evento?

1.3 – O que um quadrinista precisa fazer para participar do FIQ?

1.4 – Qual é a porcentagem de brasileiros e estrangeiros que participam do FIQ?

2) Perfis

2.1 – Quando começou a desenhar?

2.2 – Fez algum curso de desenho/quadrinho? Se sim, onde? Achou válido?

2.3 – Trabalha com ilustração/quadrinhos? Se não, por quê? Se sim, quais são os pontos positivos e os negativos disso? (tempo gasto, demanda na cidade e no Brasil, remuneração…)

2.4 – Vai participar do FIQ? Se sim ou não, por quê?

2.5 – O que acha do mercado brasileiro de quadrinhos atualmente?

Fontes:

Georges Duarte (Ilustrador): telefone – (31) 94970294

Rafael Rallo (ilustrador): telefone – (31) 34626546

Direção do F.I.Q: fiqdirecao@gmail.com; telefone – +55 31 3277.4655

Escola técnica de artes visuais Casa dos Quadrinhos: casa@casadosquadrinhos.com.br; telefone: 55 (31) 3224-0040, 55 (31) 3212-7829.

Recursos de linguagem:

Produção de uma página no Wix sobre informações mais aprofundadas sobre alguns quadrinistas em Belo Horizonte e sobre o evento FIQ.

9 comments

  • luizguilherme

    Boa proposta. Objetiva e sem alongamentos desnecessários, o que a torna bastante possível de ser executada.

    Quanto aos perfis, talvez dê maior material ao grupo para trabalhar se conseguirem mesclar a apuração entre entrevistas e observações sobre o “perfilado”. Quanto às fontes, achei positivo o fato delas serem de menor conhecimento do público geral; isso geralmente rende boas histórias com realidades bem distintas das que imaginamos por vezes.

    Boa sorte!

  • Rafael Miguel Silva

    Boa pauta.

    É uma ótima maneira de conhecer um pouco mais sobre o Fiq e também de alguns quadrinistas mineiros.

  • Bruno Camargos

    Ótima ideia mesmo, concordo com que o Luiz Guilherme disse no seu comentário à respeito da escolha das fontes, realmente foram muito boas pelos motivos que ele já disse. As perguntas feitas são bem apropriadas ao tema e irá responder todas as dúvidas dos leitores.

    Bom trabalho ao grupo

  • graziellesilva

    Gostei da proposta de mostrar a realidade enfrentada por produtores de histórias em quadrinhos de BH, retratando como é este mercado atualmente na cidade e, como o FIQ pode ajuda-los na divulgação de seus trabalhos e até mesmo da profissão. A produção da página no Wix é perfeita para a proposta.

  • Barbara Nery

    Ótimo como o grupo usou o festival como ponto de início para falar da carreira de ilustrador como um todo. Faz a matéria ser atual e relevante no momento. Seria bacana encontrar algum ilustrador de BH que saiu daqui pra trabalhar em um outro mercado (fora da cidade ou até mesmo do país, quem sabe).

  • Débora Vieira

    Meninas, gostamos muito da proposta de vocês, conteúdo bastante relevante e que vai conseguir mostrar qual é a atual situação dos quadrinistas no mercado de trabalho. Consideramos muito pertinente as plataformas em que vocês vão trabalhar, o conteúdo ficará mais dinâmico e atrativo.
    Bárbara Nery, Camila Santos, Carla Resgala, Débora Vieira, Pedro Mol.

  • pedromol

    Enfatizando o que meu grupo já colocou, será bem bacana mesmo partir do festival, que é algo grandioso nesse contexto que acontece bem perto da gente. A idéia das perguntas vai diferenciar a proposta parecida feita por outro grupo e orientar a pessoa que vir o trabalho de você, facilitando a compreensão. Boa sorte

  • Vitor Coutinho

    Legal o foco mais concentrado no Festival Internacional de Quadrinhos, diferente de outros grupos que optaram por abordar mais os próprios ilustradores. Desse modo vocês poderão traçar um panorama de um grande evento que reúne muitos desses profissionais.

    Destaco também a ideia do infográfico (na qual, inclusive, sugiro que utilizem a plataforma infogram – https://infogr.am/login – que é de fácil uso e conta com alguns recursos interessantes).

    Com o foco no FIQ, os perfis me parecem trazer informações complementares mas, ao mesmo tempo, relevantes. Tomem só o cuidado de não dar mais espaço para eles do que para o festival.

    Abs

  • Geane Alzamora

    Oi pessoal,
    sugiro focar em BH, em vez de Brasil, como aparece em uma parte da pauta. Os perfis estão relacionados a participantes do festival? Não ficou claro isso para mim. Se não for, é preciso estabelecer mais claramente o link entre o FIQ e os perfis sugeridos.
    Geane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *