#infodata: Distribuição de Homens e Mulheres Ocupados em Belo Horizonte

Mariana Gonzaga

Para a disciplina Laboratório de Criação Digital, foram construídos dois infográficos relativos às ocupações de homens e mulheres, em Belo Horizonte, no ano de 2013: um deles, segundo setor de atividade econômica; o outro, segundo posição na ocupação. Os dados utilizados foram retirados das Tabelas 15, 16, 19 e 20 disponíveis no website do Dieese.

Foi escolhido, para ambos os infográficos, o template Sunburst, com o objetivo de ser visualizada claramente a divisão entre os gêneros masculino e feminino. A análise desses infográficos permite uma visualização clara e prática do panorama empregatício atual de Belo Horizonte.

A seguir, os links dos infográficos no website Blockspring, para melhor visualização:

Infográfico I – Distribuição dos homens e mulheres ocupados, segundo setor de atividade econômica, em Belo Horizonte, no ano de 2013

Infográfico II – Distribuição dos homens e mulheres ocupados, segundo posição na ocupação, em Belo Horizonte, no ano de 2013

Em relação aos setores de atividade econômica, há predominância das mulheres no de serviços, com 35,1%, e dos homens em todos os outros setores – indústria, comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas, e, em especial, o setor de construção, com presença quase 10 vezes maior que a feminina. Esses dados reforçam alguns estereótipos estabelecidos há muito tempo, mostrando que as mulheres ainda não conquistaram muito espaço em setores tipicamente masculinos.

Essa situação é enfatizada no segundo gráfico, que mostra dados relativos a posições na ocupação. Uma enorme diferença entre os gêneros pode ser percebida no caso dos empregados domésticos: o sexo feminino detém 6,2%, enquanto o masculino conta com quase 0%. Ou seja, essa categoria, considerada tipicamente feminina, continua sendo composta por mulheres.

Além de gênero, podem ser avaliadas por meio desses infográficos questões relevantes como autonomia, salário, carteira assinada ou não, presença nos setores público e privado, entre outras.