Mal das pernas

Ausência de semáforos, faixas de pedestres apagadas e a longa espera por um sinal verde para atravessar. Andar a pé em Belo Horizonte é uma tarefa para os pacientes e, por que não, para os corajosos (e, muitas vezes, imprudentes). Não é raro ver pessoas correndo no sinal vermelho ou atravessando entre os carros. Difícil mesmo é encontrar um local em que a preferência seja realmente delas.

A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (Bhtrans) executa programas para tentar contornar essa situação, mas as ações acabam concentradas na região centro-sul da cidade, negligenciando as outras, que têm tantos ou mais problemas que as áreas priorizadas (leia mais aqui).

Coletamos sugestões de pedestres que diariamente encontram dificuldades ao andar pelas ruas de BH. No mapa a seguir são identificados pontos com problemas relacionados à infraestrutura das vias.

Veja como são as experiências dos pedestres por BH.

Reportagem

Anna Cláudia Pinheiro, Eduarda Rodrigues, Ingred Souza, Isabela Meireles e Natália Ferraz

Etapas desta publicação

Proposta
Desenvolvimento