Mobilidade no campus – (falta de) ciclovias

Ciclistas e pedestres reclamam da falta de espaço reservado para bicicletas

Bicicletas não são muito comuns no campus, mas, de vez em quando, elas aparecem. Quando isso acontece – como tudo na vida – não agradam a todos. A falta de vias próprias para esse transporte e de lugares adequados para estacionar as bicicletas são as principais reclamações de quem utiliza o transporte para vir a UFMG. Já para os pedestres, é um incômodo e até perigoso dividir o espaço das calçadas com os ciclistas. Confira no vídeo abaixo os transtornos que a falta de ciclovias implica na universidade.

Uma empresa especializada em trânsito e transporte de Fortaleza, foi contratada pela universidade para estudar melhoramentos para o trânsito no Campus. Há possibilidade de ciclovias e bicicletários estarem no projeto. Uma avaliação parcial foi entregue à Pró-reitoria de Administração no dia 16 de novembro, porém ainda não foi analisada.

Clique aqui e leia mais sobre o assunto.

Reportagem

Laura Veloso

Etapas desta publicação

Proposta
Desenvolvimento

1 comment

  • Geane Alzamora

    Olá Larua,
    fico bacana, mas acho que o título poderia ser mais objetivo. O vídeo ficou interessante, bem editado, mas senti falta de recursos multimídia mais sofisticados, tanto na forma de outras formas de visualizar informacoes, quanto no formato experimentado.
    Geane