Netflix-Narcos-Social-Marketing-Campaign

Narcos – Análise Transmídia e Proposta de Experimentação

Introdução 

Narcos é uma produção da Netflix, que retrata a origem do narcotráfico na Colômbia e utiliza  a vida de Pablo Escobar, um dos maiores narcotraficantes da história do país como base para sua narrativa. NARCOS S01E06 " Eplosivos"Até o momento, já foram lançadas duas temporadas da série, totalizando 20 episódios.

A última temporada foi lançada em 02 de setembro, de 2016, catalisando muitas ações da Netflix para promover a série através de diversas plataformas. A partir disto, a produtora buscava uma maior participação dos fãs e um consequente engajamento. Identificamos que a produção possui um grande potencial transmidiático que merece ser analisado, podendo gerar uma proposta de experimentação promissora.

Inicialmente, nossa escolha se justifica pelo interesse do grupo pela série, pela aproximação da cultura do narcotráfico retratada na série com a do Brasil, pelo sucesso da primeira temporada no país, e principalmente pelo potencial transmidiático da produção.

 

Análise transmídia

A Netflix proporciona e produz  diversos mecanismos que promovem interatividade com o público, e com isso, constroem  uma experiência mais profunda e transmidiática. Podemos identificar uma grande interação com os usuários  através  de sua página do Facebook e Twitter, onde são postados memes, gifs, vídeos, retweets de memes e dos comentários de  fãs, paródias, além de  respostas muitas vezes bem humoradas a comentários da página.

vxvf

Um exemplo concreto dessa interação  aconteceu na manhã do dia 25 de agosto, quando a Netflix fez um live no Facebook, com o  primeiro capítulo da segunda temporada de Narcos. A postagem vinha acompanhada da seguinte mensagem: Se isso aqui for um live do primeiro episódio da segunda temporada, vocês fingem que nem me conhecem. Sempre lembrando que cagueta não dura muito”. A ação entra para a lista de estratégias da Netflix nas redes sociais. A cada episódio de uma nova série ou lançamento de uma nova temporada, a empresa traz  “surpresas ao público”. No caso de Narcos, foram milhares de comentários em poucas horas.

wsdOutra estratégia adotada pela Netflix é a utilização de vídeos curtos e “divertidos” publicados em suas redes sociais com a #NarcosSpanishLessons,  ensinando o público a dominar expressões colombianas. Com a ajuda de Wagner Moura e outros personagens e  utilizando cenas específicas da série para contextualizar as expressões, eles ensinam como pronunciá-las e explicam os seus significados.

A estratégia ainda foi expandida pelo  portal de ensino de línguas Babbel que, em parceria com a Netflix, lançou gratuitamente um curso para aprender o “narco-espanhol” com suporte para seis línguas: francês, inglês, alemão, italiano, português e sueco. “Esta parceria permite que os usuários se engajem com o espanhol ao estilo de Pablo Escobar, mostrando que para aprender novas línguas não precisa se sentir em uma prisão colombiana”, disse Thomas Holl, fundador e presidente da Babbel.

 “A chave da estratégia transmídia denominada de propagação é a ressonância, a retroalimentação dos conteúdos. Um conteúdo repercute ou reverbera o outro, colaborando para manter o interesse, o envolvimento e a intervenção criativa do consumidor de mídias do universo proposto, agendando-o entre outros destinatários ou instâncias, constituindo comunidades de interesses” (FECHINE, 2014, p.8).

Nas páginas de Facebook, Instagram e Twitter de Narcos, percebemos que um conteúdo repercutia o outro, fazendo menções a série e a história de Pablo Escobar. Na nossa visão, a Netflix desempenha bem o papel de “inserir” o público na narrativa, possibilitando um maior engajamento e um consequente envolvimento com a produção. Isso ilustra o exercício de se criar uma relação efetiva com o consumidor, que também produz informações e são fundamentais para a constituição das narrativas transmidiáticas.

vfg

Para comemorar o lançamento da segunda temporada de Narcos, O Spotify  em parceria com a Netflix divulgou a  playlist The Soundtrack: Narcos, só com faixas da trilha sonora da nova fase da série. A playlist  já possui mais de 32 mil seguidores.

Em busca de contribuir para uma imersão ainda maior da experiencia, o Netflix também criou  a página narcospedia.org que contém linhas do tempo detalhadas com toda a história do narcotráfico retratada na série até o momento. Além disso há a possibilidade de imersão no mesmo universo da série através do acesso aos conteúdos relacionados  à  história real de Pablo Escobar.

dfgf

A série da Netflix é baseada em um universo amplo, que pode ser explorado de diversas maneiras. Este investimento transmidiático já acontece a partir das redes sociais, sendo que os acréscimos de jogos baseados na narrativa, podem ser uma alternativa engajadora e chamativa para fortalecer as ações da empresa e catalisar novos públicos.

    Em Narcos, podemos tirar toda a história como um exemplo de gamificação. A busca por novos territórios de dominação para a venda das drogas, a tentativa de eliminar a concorrência de um cartel por outro e até mesmo a busca, por parte da polícia e órgãos de controle, de eliminar esses traficantes e a venda de drogas podem ser destacadas como elementos desse jogo que chega a envolver grande parte da sociedade local. No caso da série, há uma variação enorme de vencedores e perdedores. Pablo Escobar, por exemplo, pode ser considerado um vencedor durante grande parte da série, seu território de vendas de drogas só aumentava e chegou a ser o sétimo homem mais rico do mundo, segundo a revista Forbes, e um perdedor quando foi achado pela polícia e assassinado. O Cartel de Cali, pode ser considerado um perdedor no tempo em que competia com Escobar pela dominação e controle do narcotráfico colombiano, mas pode ser considerado um vencedor quando atinge seu objetivo de minar as forças de Escobar e fazer com que este se enfraquecesse e fosse eliminado da disputa.sfd

    Para promover a segunda temporada, em parceria com a FTX Games, a empresa que produz a série lançou o game Narcos: Cartel Wars,  onde os jogadores podem construir suas próprias organizações criminosas internacionais, nos moldes da história contada no seriado. No jogo, o  jogador é colocado  como o comandante de um cartel, e deve seguir orientações dos personagens da série. Ao construir as suas organizações criminosas, os usuários terão que decidir entre o poder bruto, reunir respeito através de lealdade ou uma combinação de ambos. Os jogadores devem formar alianças uns com os outros, a fim de ir para a guerra por território, lucro e respeito. De acordo com o site Variety, o aplicativo tem mais de 1 milhão de downloads feitos e é disponibilizado para celulares android, iOS e Windows Phone.fgdb

Tudo isso, mostra a tentativa de engajar cada vez mais os fãs e propiciar uma cobertura cada vez maior do universo retratado. Por isso,  nossa equipe decidiu criar um parque temático que poderia contribuir muito para a expansão do universo transmidiático, uma vez que ele aproximaria fisicamente os usuários à história, fortalecendo o engajamento e a interatividade entre Narcos e os seus múltiplos públicos no  setor de games; o que identificamos ser pouco explorado pela “comunicação” da série.

 

 

 

Proposta de Experimentação

A partir de pesquisas, análises e debates, percebemos que produções como Narcos têm um grande potencial transmidiático. No caso específico de Narcos, há bastante exploração desse potencial nas redes sociais, mas que ainda carece de mais ações em busca de outras formas de interação e engajamento; não necessariamente virtuais.

Usando o parque temático da Disney como um exemplo de concretização de universos bem sucedido e objetivando a expansão da narrativa para torná-la ainda mais transmidiática, idealizamos a construção de um parque temático Netflix. No setor desse parque destinado à série Narcos, há um jogo no modelo de “Paintball”, onde a arena (tamanho médio de um campo de futebol) e os jogadores são caracterizados de acordo com a série, podendo ser sorteados para integrarem os cartéis de Cali, Medellín ou o DEA.mapa

 

   

1 – Entrada

2- Cadeia

3- Delegacia

4- Mansão de Pablo Escobar

5- Esconderijo dos irmãos Orejuela em Medellín

6- Floresta

7- Sede do governo

 

 

Por toda a área da arena são espalhadas bolsas com e sem “drogas”. O objetivo dos cartéis e do DEA é conseguir pegar o maior número de bolsas possíveis, sendo oponentes entre si, e tendo também os civis (representados por funcionários do parque) para confundí-los até chegarem ao objetivo do jogo. Cada equipe tem a missão de  proteger o seu líder. Pablo Escobar é o líder do cartel de Medellín, os irmãos Orejuela, líderes do cartel de Cali e César Gavíria, presidente da Colômbia (líder do DEA). Os três serão representados por Cosplayers (funcionários do parque).

Os três grupos (Cartel de Medellín, Cartel de Calli e DEA) têm uma hora para atingir o objetivo final do jogo (matar os dois líderes de equipes oponentes ou, caso isso não aconteça, o grupo vencedor é aquele que obtiver a maior quantidade de drogas ao final de uma hora).

Por toda a extensão do parque haverá funcionários devidamente identificados e que terão a exclusiva função de arbitrar o jogo.

* Todos os participantes, ao início do jogo, serão munidos de equipamentos que garantam sua integridade física.

Itens presentes no jogo:   

– Casas para simular uma comunidade colombiana: servem para ajudar os jogadores  a planejar as táticas de jogo, bem como seriam esconderijos de drogas e de integrantes dos cartéis.

– Delegacia: espaço para planejamento das operações do DEA e detenção dos integrantes dos cartéis que foram apreendidos pelos agentes.

– Mansão de Pablo Escobar: principal alvo do grupo que representa o Cartel de Cali. Local protegido por segurança. Apesar de ser o lugar mais frequentado por Escobar, não é o único esconderijo possível para o chefe do Cartel de Medellín visto que o mesmo possui diversas casas espalhadas por Medellín.

– Esconderijo dos irmãos Orejuela em Medellín: principal alvo do grupo que representa o Cartel de Medellín. O local é protegido por integrantes do Cartel de Cali e não é o único refúgio possível para os irmãos.

– Carros “ bombas”: carros presentes em toda a extensão do cenário que podem “ explodir” espirrando tinta e atingindo participantes que serão eliminados.

Walk Talks disponibilizados pelo parque para comunicação das equipes durante as atividades.

gh

(imagem meramente ilustrativa)

– Sede do governo: residência oficial do presidente César Gaviria. Local protegido por policiais, que representa um dos alvos de ambos os cartéis, que têm por objetivo matar Gaviria.

– Armas com tinta: agentes do DEA e integrantes de ambos os cartéis sairão pela cidade armados com escopetas de tinta. Os jogadores atingidos pelos tiros serão automaticamente eliminados.

njkuj

(Imagem meramente ilustrativa)

– Floresta: cenário inspirado na selva colombiana simulando os pontos onde existiam os laboratórios de cocaína de Pablo Escobar.

– Mochilas: algumas mochilas do jogo estarão carregadas com “drogas”. Elas serão transportadas pelos narcotraficantes dos dois cartéis. Algumas estarão carregadas com areia e serão transportadas pelos civis. Todas as mochilas terão aparência semelhante, sendo impossível determinar seu conteúdo sem abri-las.

dfkjhkth dff Counter-Strike-Global-Offensive-Map-de-dust2-pro-v2_1 (1) 13180203515180(imagens meramente ilustrativas)

 

Grupo: Tainá Fernandes Fonseca, Marcos Paulo Rodrigues da Silva, Luiz Guilherme Macedo, Gustavo Souza

Relatório final – análise transmídia de série da Netflix e proposta de experimentação

  Referências Bibliográficas:

RINCÓN, O. Todos temos um pouco do tráfico dentro de nós: um ensaio sobre o narcotráfico/cultura/novela como modo de entrada para a modernidade. MATRIZES. Ano 7 – No 2 jul./dez. 2013 – São Paulo – Brasil.

Narcos ganhará jogo para celulares. Disponível em: <https://omelete.uol.com.br/series-tv/noticia/narcos-ganhara-jogo-para-celulares/ > Acesso em: 16 de outubro, 2016.

Narcos: atores da série falam sobre os desafios em reconstruir a história de Pablo Escobar. Disponível em:
<http://rollingstone.uol.com.br/noticia/inarcosi-atores-da-serie-falam-sobre-desafios-em-reconstruir-perseguicao-pablo-escobar/#imagem0>. Acesso em: 16 de outubro, 2016.

Narcos é a segunda série mais popular nas redes sociais , mostra pesquisa. Disponível em:
<http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/series/narcos-e-segunda-serie-mais-popular-nas-redes-sociais-mostra-pesquisa-10034>. Acesso em: 10 de outubro, 2016

NARCOS: Resultados da Pesquisa sobre a nova série Netflix. Disponível em: <http://www.ecglobalsolutions.com/pt/pesquisa-narcos-nova-serie-netflix/>. Acesso em: 10 de outubro, 2016.

Criador de “Narcos” “culpa” Wagner Moura por público ver Escobar como herói. Disponível em: <http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2015/11/09/criador-de-narcos-culpa-wagner-moura-por-publico-ver-escobar-como-heroi.htm> Acesso em 15 de outubro, 2016.

Netflix fatura R$ 1,1 bi no Brasil e ultrapassa o SBT. Disponível em:
<http://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2016/01/11/netflix-fatura-r-11-bi-no-brasil-e-ultrapassa-o-sbt.htm>. Acesso em: 15 de outubro, 2016.

Conteúdo original atrai clientes e derruba lucros da Netflix. Disponível em: <http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/conteudo-original-atrai-clientes-e-derruba-lucros-da-netflix> Acesso em: 16 de outubro, 2016.

‘Narcos’ em debate: Produções sobre Pablo Escobar criam polêmica na Colômbia. Disponível em: <http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/10/151021_polemica_narcos_ru>. Acesso em: 13 de outubro, 2016.

Séries da Netflix estão incentivando o público americano a aceitar as legendas. Disponível em: <http://meiobit.com/325654/netflix-narcos-orange-is-the-new-black-estao-incentivando-publico-americano-aceitar-legendas/>. Acesso em: 13 de outubro,2016

Narcos | Propaganda “pegadinha” em aeroportos diverte fãs. Disponível em:
<https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/series-e-tv/2016/09/narcos-propaganda-pegadinha-em-aeroportos-diverte-fas> Acesso em: 13 de outubro, 2016.

Netflix antecipa trecho de segunda temporada de ‘Narcos’ e brinca com fãs. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/08/1806820-netflix-antecipa-trecho-de-segunda-temporada-de-narcos-e-brinca-com-fas.shtml> Acesso em 15 de outubro, 2016.

Narcos Brasil. Disponível em: <https://www.facebook.com/NarcosBrasil/?fref=ts> Acesso em 14 de outubro, 2016.

1 comment

  • Geane Carvalho Alzamora

    Olá pessoal,
    o ensaio analítico multimidiático ficou muito bom, parabéns! Considero, porém, que os tópicos da metodologia de análise transmídia discutidos ao longo do curso deveriam aparecer claramente na análise realizada. Boa proposta de experimentação.
    Geane

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing