praca

O olhar fotográfico nos espaços urbanos

Paisagens do Centro: o resultado de uma parceria entre universidade e comunidade

Praças, veículos, lojas, semáforos, ambulantes, cores, muita gente. Esse foi o cenário proposto para os quatorze participantes do projeto Oficina para Todos, em exposição no Centro Cultural UFMG.

Sob orientação de Patrícia Azevedo, professora de fotografia da UFMG e do fotógrafo Murilo Godoy, pessoas com pouca ou nenhuma experiência em fotografia, munidos de câmera simples – algumas de celular – tiveram oportunidade de aprender a teoria da linguagem fotográfica e explorá-la no centro de Belo Horizonte.

O resultado foi uma combinação vibrante de diferentes olhares e percepções que, apesar de tanto concreto, transmite a ideia de proximidade ao espectador. Para o visitante Laércio de Souza, ao olhar as imagens, a impressão era muito mais humana do que material, já que via mais que prédios e espaços urbanos, conseguia imaginar as pessoas ali.

Segundo Patrícia, os participantes ficaram muito orgulhosos e felizes com a experiência. ” Um fotografou o céu, outro o chão, outro pessoas, cada um achou sua forma de ver a realidade. Na minha opinião o trabalho ficou muito bom”, afirma.

Numa pesquisa no Instagram pelo #centrobh, encontramos fotos belíssimas de espaços urbanos pelo olhar de pessoas comuns. Clique aqui e confira algumas dessas imagens.

A construção do olhar fotográfico

Conversamos com dois profissionais sobre a construção de uma fotografia.

“Mesmo pessoas que não têm linguagem fotográfica podem fazer imagens surpreendentes e impactantes”.


Veja aqui a entrevista com Patrícia Azevedo

“O olhar fotográfico tem tudo a ver com a maneira que a pessoa enxerga o mundo ao seu redor…”.

Veja aqui a entrevista com o fotógrafo Ricardo Bastos

Reportagem

Eduardo Damasceno, Laura Veloso e Marina Patrus

Etapas desta publicação

Proposta
Desenvolvimento

5 comments

  • terezinha silva

    Oi pessoal,
    Acho que conseguiram fazer um bom levantamento de informações, que enriqueceu o material.
    Por outro lado, penso que o lead de vocês, o que tem mesmo de atrativo para o leitor, é quantidade de belas fotos que resultou daquela experiência. Por isso, acho que poderiam ter puxado também a informação sobre a fotos postados no Instagran lá para o lead. Assim, fariam tb uma melhor articulação entre as informações do texto principal de vocês e os links que vocês criaram. Parece-me que os links ficaram meio soltos e longe do texto: poderiam estar dentro do texto.

  • Amanda Jurno

    Muito bom pessoal!!! Muito bom mesmo… somente a foto da Patrícia não está aparecendo. Podem ver isso por favor?

    Eu também mudaria o jeito que chamam para as fotos do instagram. As fotos da apresentação de slides também são do instagram? Então que tal : veja aqui MAIS fotos, ou OUTRAS fotos do mesmo trabalho…

    Consertei o nome de vocês para o formato. Não deixem isso se repetir.

    Parabéns pelo brilhante trabalho.

  • Bruna Sobreira

    Achei muito bom a matéria divida em vários links, sobretudo quando entramos na entrevista da Patrícia e lá dentro tem outro link direcionando para outro trabalho dele que tem a ver com o tema (é como se fosse o “mais” do “mais”). Muito legal.
    Só achei que os links poderiam estar colocados dentro do próprio texto da matéria, e não no final como uma lista.
    A propósito a imagem de capa é ótima! Parabéns!

  • Geane Alzamora

    Oi pessoal,
    boa matéria, um bom exemplo de como a discussão de pauta e de relatório de apuração podem concorrer para um bom resultado. Acho apenas que o lead poderia ter singularizado melhor a perspectiva da pauta e os recursos multimídia poderiam ter sido articulados de modo mais coeso no corpo do texto.
    Geane

  • Geane Alzamora

    Oi pessoal,
    as correções que vocês fizeram ficaram interessantes, mas ainda não conseguiram achar o melhor “tom” jornalístico para o texto nas inserções (evite adjetivos como belíssimas por exemplo). Ainda acho que é preciso buscar se aproximar da perspectiva jornalística, evitando o tom acadêmico que a pauta sugere.
    Geane

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing