Um dia de música em Belo Horizonte

DESENVOLVIMENTO +

[ Descrição do processo ]

Tema: Um dia em Belo Horizonte com cinquenta reais.

 

Foco: Desbravar a cena musical da cidade gastando pouco e tendo contato com diferentes estilos de música.

 

Proposta: A proposta do trabalho é criar um mapa interativo que apresente variadas opções musicais de Belo Horizonte a preços acessíveis. A ideia é percorrer e listar casas de show como o Matriz, no Barro Preto, onde bandas de rock alternativo e heavy metal costumam se apresentar, e também atrações ao ar livre e de entrada franca, como a “Rapa do Papa”, festival de rap que acontece todos os domingos na Praça do Papa, e o itinerante Roodboss, que é uma ode ao reggae. O mapa trará informações sobre o local e/ou evento como preço de entrada, preço de bebidas e estilo musical predominante. Além disso, fotos e vídeos de algumas das atrações dos locais visitados serão inseridos para ilustrar e dar um “gostinho” a quem acessar o mapa.

 

Perguntas:

Os preços das atrações em lugares fechados estão exagerados?

Quais os principais entraves para se fazer esse tipo de passeio em BH?

Qual estilo musical predomina em BH?

Diferentes estilos de musica resultam em diferentes preços?

Qual o público-alvo de cada local visitado?

 

Recursos: O recurso usado será a plataforma Google Maps, onde, utilizando marcadores, iremos indicar os locais levantados pela pesquisa. Utilizaremos fotos e vídeos para tornar o mapa mais informativo e intermidiático. No mapa, haverá um campo de comentários, onde os usuários poderão deixar opiniões sobre os lugares listados.

 

 

Equipe

Gustavo Aleixo, Roberto Rodrigues e Luana Flávia