Portal de Transparência?

É fácil notar as grandes diferenças apresentadas entre as informações divulgadas pelo Governo Federal no que diz respeito aos gastos efetuados com as obras de infraestrutura para a Copa da FIFA 2014, não tendo como distinguir a verdade dos dados e fatos. A transparência é solapada pela variedade de controvérsias, o que pode fazer com que se criem inúmeras elucubrações a respeito da seriedade e honestidade dos procedimentos realizados para a conclusão bilionária das obras realizadas para receber o polêmico evento, como pode ser visto na matéria que se segue.

Reportagem

Fernando Fidelis e Paula de Castro

6 comments

  • Luís Cunha

    Oi, Paula!

    Achei a pauta da dupla muito criativa e interessante. Mas também penso que a escolha seja um pouco leviana: é difícil fazer uma comparação de portais da transparência à medida em que os sites têm períodos de atualização diferentes. Algumas obras são atualizadas, excluídas, incluídas etc. Vocês chegaram a consultar as datas?

    O trabalho foi muito legal. Parabéns.

  • Carlos d'Andréa

    Oi, grupo,
    reintero o comentário do Luís: a pauta é interessante, mas temo que, como foi feita, não tenha o impacto desejado. É preciso, no mínimo, que vocês forneçam mais informações sobre os dados e sites consultados, além de dar um tratamento de mais fôlego às informações.

    Não entendi bem o que quer dizer “distinguir a verdade dos dados e fatos”.

    O primeiro gráfico diz respeito a quais dados???

    Abraço
    Carlos

  • Leandro Lourenco

    Oi,

    Gostei muito da pauta, todos nós tivemos essa sensação quando procurávamos dados oficiais. Boa observação, os dados são bem relevantes!

    Att,

    Leandro

  • Anna Claudia Pinheiro

    Oi, gente.

    É realmente importante destacar essa divergência entre os sites, acredito que todos enfrentamos problemas com esses dados durante a apuração. Vocês conseguiram descobrir o porquê dessa discrepância?

  • Natalia Ferraz

    Olá, grupo!

    Tivemos muitas dificuldades com essas diferenças nos dados durante a produção dessa matéria. Acho que tratar dessa discrepância é importante para se entender que não se pode utilizar dessas informações sem levar em conta que vários aspectos estão relacionados a esse problema, como o período de atualização.
    Entretanto, acho que a reportagem poderia ser um pouco mais aprofundada, tratando das razões e consequências dessa questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *