quem_nao

Quem não faz o Enem, faz o quê?

Apesar de ser a principal forma de ingresso nas universidades públicas do país, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)  não é a opção de todos os estudantes que estão concluindo o Ensino Médio. Tanto na rede pública de ensino quanto nas escolas particulares, diversos fatores motivam os alunos a escolherem trilhar outros caminhos.

Veja a reportagem completa aqui.

Foto destaque: Maioria dos alunos do terceiro ano da Escola Estadual Djanira Rodrigues de Oliveira não vai fazer o Enem este ano

Reportagem

Isadora Marques, Luísa Loes, Marina Patrus e Rafael Andrade

9 comments

  • Aryanne Araújo
    Aryanne Araújo

    O site de vocês ficou muito bonito e de boa leitura. Me despertou interesse e mais vontade de ler. Gostei do foco dado. A realidade parece ser essa mesmo, embora os números de inscrições terem aumentado ao longo dos anos, parece que os alunos se sentem muito desanimados a realizar o Enem. Além disso, estão optando por outras formas de entrada no mercado de trabalho, encarando a universidade apenas como uma opção dentre várias, diferente da nossa geração.

  • Gabriela Costa

    Achei muito interessante o trabalho de vocês, principalmente por terem utilizado uma plataforma diferente. Deram o destaque devido ao que a manchete pedia, que eram os candidatos que não ia fazer ENEM, e o restante das informações foram interessantes para contextualizar. Só faço uma consideração: Acho que a matéria sobre literatura ficou um pouco deslocada dos demais temas, não acho que ela caberia nesta reportagem. Em outro contexto seria muito pertinente, mas acho que ali fugiu à proposta. No mais, ficou muito legal mesmo.

  • Bruna Sobreira

    Ótima escolha de pauta!! A ideia de fazer no wix também é ótima para dinamizar, mas acredito que seria potencialmente mais atraente se o acesso se desse por uma imagem do próprio site funcionando como link (não tenho certeza, mas acho que isso é possível). Parabéns pela pauta!

  • Luís Cunha

    Gostei muito do formato dado ao texto de vocês. Ficou bem interessante dividir a reportagem em aspectos mais técnicos (“Enem: entenda a prova”) e o posicionamento dos entrevistados (“​Enem: pontos de vista”). Colocar a conversa com a Hilda e a Hailza em formato pergunta e resposta também foi uma boa estratégia, já que o texto não se transforma em um bloco e a leitura fica mais dinâmica.

  • Daniela Fagundes

    Adorei o formato que vocês utilizaram! Achei atraente e de fácil leitura! Vocês souberam atender ao que foi pedido e ousaram ousar. Gostei muito!

    Achei as subdivisões bem colocadas, pois facilitam a leitura e não deixam a matéria cansativa. Também achei a parte da literatura um pouco deslocada, sem dialogar com a proposta da matéria. Mas fora isso, achei que ficou ótima!

  • Larissa Padron

    O site ficou muito dinâmico e vocês conseguiram casar bem as outras escolhar com a falta da prova de literatura. Parece uma matéria muito bem apurada também.

  • Geane Alzamora

    Ei pessoal,
    excelente pauta, excelente desenvolvimento, parabéns. Acho apenas que a parte relativa a Literatura poderia conter fontes que avaliassem a questao. Seria bom também colocar legenda nessa imagem. Os demais tópicos ficaram muito bons. Gostei em especial da diagramação, das escolhas estéticas e do texto.
    Geane

  • Paula Alkmim

    A reportagem ficou bonita e dinâmica. Só precisam tomar alguns cuidados do ponto de vista do texto e da apuração que fazem toda a diferença em relação ao que é a informação correta. Por exemplo, na parte do “Entenda o Enem” vocês dizem que aplicação de cotas é para universidades e centros federais públicos, na verdade, é só para os federais. Parece detalhe, mas faz diferença. As universidades estaduais UEMG e Unimontes, por exemplo, não estão obrigadas a cumprir a legislação. Também senti falta de dados que dimensionem um pouco o que é o Enem – mostrar por exemplo, que 90 por cento das vagas nas universidades e institutos federais passam de alguma forma pelo Enem – isso ajudaria a gente a ver que realmente esses estudantes que vocês escolheram optaram por um caminho que não parece ser a regra hoje… Na parte da literatura, como já apontaram, faltou fontes para não ficar só na interpretação de vocês.
    Outra questão é que achei que poderia haver nos blocos temáticos que dividiram mais links de um para o outro para a gente não ter que ficar voltando à página inicial. Vocês só fizeram o link do “entenda a prova” para o “ponto de vista”. Podiam fazer também, por exemplo, do “ponto de vista” para a parte da literatura até porque como você abordam a questão da literatura nas entrevistas fica como ponto comum.

  • Camila Braga

    A escolha pelo Wix colabora muito com a dinamização da matéria e torna a leitura bem agradável e possível. Também gostei da abordagem, em meio a tantas reportagens sobre quem faz o Enem, voltar o olhar para aqueles que não o fazem, pelos mais diversos motivos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WP-SpamFree by Pole Position Marketing