Reportagens especiais abordam temas relacionados ao campus

Nove reportagens especiais, que buscam explorar a linguagem multimídia do jornalismo contemporâneo, é o que o leitor vai poder conferir nos links abaixo. Foram desenvolvidas pelos alunos da Disciplina Laboratório de Produção de Reportagem, do Departamento de Comunicação Social da UFMG, entre maio e junho de 2013. O tema da pauta era livre, mas o desafio era explorar algo que tivesse alguma relação com o campus da universidade.

Do olhar atento de uma estudante-repórter ao entorno aparentemente familiar da UFMG nasceu a reportagem que traça o perfil e expõe as discussões em torno da  pintura, a la Mondrian, de um edifício vizinho da universidade.  Vale a pena conhecer essa  história do prédio pintado de azul, vermelho e amarelo, contada por  Camila Braga, Pedro Hosken e Raphael Amador.

Em Universidade pela Metade, Luis Cunha foi atrás dos planos de modernização da infraestrutura do campus, que buscavam reunir todos os cursos da UFMG na Pampulha e, mais recentemente, dar conta da expansão gerada pelo REUNI.

Com inspiração num clássico da reportagem de João do Rio, Luana Assis e Yuri Fernandes nos revelam, em religiões do campus, as crenças e experiências religiosas praticadas na universidade.

Em UFMG em Libras, Cinthya Oliveira e Luana Edwiges mostram as ações adotadas pela universidade, nos últimos anos, para se adequar à legislação sobre o apoio ao uso e à difusão da Lingua Brasileira de Sinais.

Amanda Nascimento e Isabela Monteiro também escolheram um tema  relevante e coberto de atualidade: a segurança pública, abordada em Sempre de portas abertas, o campus já não é tão seguro quanto parece .

A alimentação foi tema de duas reportagens, com abordagens diferentes. Filipe Staino e Raquel Miranda trataram do Cardápio acadêmico: Os restaurantes e as opções de alimentação dentro do Campus Pampulha. Já Pollyana Teixeira buscou responder a pergunta Ser saudável na UFMG: é possível?

Outras duas produções optaram pelo formato de revista digital. Gabriela Costa, Taiane Rocha e Manuel Marçal mostram como é a vida de estágiário na UFMG. E também no formato de revista – a Outros Pontos: DCE para além das carteirinhas -, Jordania Souza e William Campos Viegas fazem um retrato do movimento estudantil  e oferecem análises sobre a participação dos estudantes nos protestos de junho de 2013.