#RedeFace ZiNas: O Facebook no desenvolvimento de publicações independentes

Por Mariana Gonzaga

A proposta deste trabalho é analisar as interações no Facebook que se dão entre a página ZiNas  e outras páginas, por meio de sua rede de curtidas ou likes. Utilizou-se o aplicativo Netvizz, no dia 29 de abril de 2015, para extrair dados relativos a sua “page like network”. Com o auxílio do software Gephi, esses dados serão utilizados de modo a gerar visualizações da rede, que serão analisadas de acordo com diversos parâmetros, como “grau de entrada”, “grau de saída”, “número de curtidas”, entre outros.

ZiNas é um coletivo de mulheres artistas que trabalha com movimentos feministas e de cultura underground. Já foram feitos por elas dois zines (revistas publicadas de modo independente) colaborativos com essa temática, de nomes “Tranza” e “Aborto”. Além desse trabalho, cada uma das integrantes tem sua produção própria. Antes de decidir formar o grupo, em meados de 2014, elas se conheceram online ou por meio de feiras realizadas em Minas Gerais para divulgação e vendas de trabalhos artísticos e independentes. Torna-se perceptível, portanto, o papel crucial que teve a internet em sua existência.

Realmente, a internet tem uma função extremamente importante no desenvolvimento de publicações independentes. O Facebook tornou-se um grande aliado, possibilitando divulgação extensa e gratuita. Há uma grande parceria entre os editores independentes, que ajudam uns aos outros com a organização de feiras como as que as integrantes do coletivo ZiNas se conheceram. Esses eventos permitem que os artistas entrem em contato com novas produções e o público também.

Assim, por meio da análise da rede de likes da página das ZiNas no Facebook, espera-se encontrar indícios dessas interações entre artistas e editores, especialmente em Belo Horizonte e Minas Gerais, para, então, mapeá-las e entendê-las.

Equipe

Mariana Gonzaga 

Etapas desta publicação

Desenvolvimento  Produto

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *